Deficiência da Vitamina D e Doenças Cardiovasculares

Deficiência da Vitamina D e Doenças Cardiovasculares.

Antonio José Lagoeiro Jorge, Jamerson Reis Cordeiro, Maria Luiza Garcia Rosa, Diego Braga Campos Bianchi

Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ – Brasil

Artigo recebido em 27/05/2017; revisado em 21/08/2017; aceito em 25/09/2017.

Deficiência de Vitamina D/fisiopatologia, Doenças Cardiovasculares, Radiação Solar, Cálcio, Fósforo.

Resumo

A vitamina D é considerada um hormônio esteroide com amplo espectro de atuação no organismo humano.

Sua ação ocorre a partir da ligação do seu metabólito ativo (1α,25-di-hidroxivitamina D) com seu receptor (VDR) que se encontra presente em todo o organismo, inclusive nas células musculares lisas vasculares e nos cardiomiócitos. Inicialmente, a deficiência de vitamina D havia sido relacionada apenas com alterações no sistema musculoesquelético.

Porém, nos últimos anos, pesquisadores têm demonstrado sua relação com diversas patologias pertencentes a outros sistemas, tais como as doenças cardiovasculares.

O objetivo deste trabalho foi revisar a fisiopatologia da vitamina D, descrever sua relação com as doenças cardiovasculares com base nas publicações mais recentes e destacar os resultados da suplementação vitamínica na prevenção de tais patologias.

 

Fonte:

> Leia artigo completo em: Deficiência da Vitamina D e Doenças Cardiovasculares

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.